meta-pixel
Pular para o conteúdo

A arte final não inclui a marca d’água do PsicoPosts.

Post 353

R$5,50

Este conteúdo faz parte do site PsicoPosts. A cópia e uso (total ou parcial) sem a respectiva compra constitui USO INDEVIDO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL, passível de punição nos termos da lei, incluindo multa e detenção. Seu IP foi registrado e poderá ser utilizado para fins legais em caso de uso indevido deste conteúdo.
– Este é um post de conteúdo. As cores da imagem e a posição da sua personalização são exatamente as mesmas que você vê nesta amostra.
– A arte é entregue em arquivo de imagem (JPG), 100% pronta (não-editável), sem a marca d’água do PsicoPosts.
– Os posts não são entregues sem personalização.

Texto com 344 palavras

O ser humano é, sem dúvida, um ser social. Nossas realizações, memórias e sonhos são intimamente ligados às outras pessoas. São justamente os laços que estabelecemos com os outros seres humanos que, em sua grande parte, enriquecem e dão sentido às nossas vidas.

Diante disso, é natural sentir algum medo da solidão, de não se sentir incluído, de não fazer parte. A maioria das pessoas não gosta da ideia de vazio, desamparo e vulnerabilidade, diante de um isolamento que pode envolver não só o aspecto físico, mas também as emoções.

No entanto, para algumas pessoas, o incômodo pela ideia de uma possível solidão dá lugar a um medo real e palpável. Isto se transforma em um problema quando a pessoa passa a não conseguir levar a vida de forma natural sem que tenha pessoas por perto. Esse medo exacerbado de estar só chama-se Autofobia.

Ela envolve a fobia do isolamento, um medo patológico e mórbido de estar só, de se sentir abandonado e isolado, mesmo sem que isto represente qualquer ameaça ao bem-estar. As pessoas que sofrem de autofobia sentem muito medo de serem ignoradas ou não terem nenhum contato humano, por isso buscam avidamente a companhia de alguém sempre que se encontram sozinhas.

Este medo geralmente se manifesta em quem sofre com distúrbios de ansiedade, depressão ou transtornos de personalidade. Costuma ocorrer também em pessoas com histórico de abandono físico, emocional e até financeiro na infância.

A autofobia pode se manifestar mesmo quando a pessoa não está sozinha: o simples fato de pensar em estar só já é suficiente para ativar o gatilho emocional do medo. Pessoas com autofobia podem também ter comportamentos compulsivos e padrões nocivos de pensamento, que afetam inclusive seus relacionamentos.

A psicoterapia pode ajudar a reverter esse quadro fóbico, fazendo com que a pessoa descubra o que sente e seus motivos. Analisando a origem e compreendendo as associações que a mente faz, é possível refazer padrões mentais e aceitar com tranquilidade a noção de que estar temporariamente só não é o mesmo que ser abandonado.

#autofobia #medodasolidão #medodasolidao #psicologiaparasermaisfeliz #abandono #terapiacura

O ser humano é, sem dúvida, um ser social. Nossas realizações, memórias e sonhos são intimamente ligados às outras pessoas. São justamente os laços que estabelecemos com os outros seres humanos que, em sua grande parte, enriquecem e dão sentido às nossas vidas.

Diante disso, é natural sentir algum medo da solidão, de não se sentir incluído, de não fazer parte. A maioria das pessoas não gosta da ideia de vazio, desamparo e vulnerabilidade, diante de um isolamento que pode envolver não só o aspecto físico, mas também as emoções.

No entanto, para algumas pessoas, o incômodo pela ideia de uma possível solidão dá lugar a um medo real e palpável. Isto se transforma em um problema quando a pessoa passa a não conseguir levar a vida de forma natural sem que tenha pessoas por perto. Esse medo exacerbado de estar só chama-se Autofobia.

Ela envolve a fobia do isolamento, um medo patológico e mórbido de estar só, de se sentir abandonado e isolado, mesmo sem que isto represente qualquer ameaça ao bem-estar. As pessoas que sofrem de autofobia sentem muito medo de serem ignoradas ou não terem nenhum contato humano, por isso buscam avidamente a companhia de alguém sempre que se encontram sozinhas.

Este medo geralmente se manifesta em quem sofre com distúrbios de ansiedade, depressão ou transtornos de personalidade. Costuma ocorrer também em pessoas com histórico de abandono físico, emocional e até financeiro na infância.

A autofobia pode se manifestar mesmo quando a pessoa não está sozinha: o simples fato de pensar em estar só já é suficiente para ativar o gatilho emocional do medo. Pessoas com autofobia podem também ter comportamentos compulsivos e padrões nocivos de pensamento, que afetam inclusive seus relacionamentos.

A psicoterapia pode ajudar a reverter esse quadro fóbico, fazendo com que a pessoa descubra o que sente e seus motivos. Analisando a origem e compreendendo as associações que a mente faz, é possível refazer padrões mentais e aceitar com tranquilidade a noção de que estar temporariamente só não é o mesmo que ser abandonado.

#autofobia #medodasolidão #medodasolidao #abandono #terapiacura

R$5,50

Conheça também outros posts:

O que vou receber ao fazer uma compra?

Cada um dos posts inclui:

1. Arte com imagem em alta resolução, personalizada com seu nome e seus dados. A arte final não conterá a marca d’água “PsicoPosts”.

2. Texto/Descrição, com informações confiáveis, de alta qualidade e fácil leitura, desenvolvido pelo time editorial do portal Nossos Psicólogos. Conteúdo profissional, com teor sensível e inteligente, para gerar real valor aos seus seguidores. Média de 200 palavras por texto. Você poderá editá-los, se desejar.

3. Hashtags de alto potencial, para você se destacar, mesmo para quem ainda não é seu seguidor. Você também poderá editar suas hashtags, se desejar.

Veja abaixo um exemplo de arte e texto, que compõem os posts.

Quando vou receber meus posts personalizados?

Uma vez realizada a compra, nossa equipe entrará em contato com você para definir a personalização dos seus posts, em até 3 dias úteis. Definida a personalização, ela será aplicada a todos os posts comprados por você.

Você receberá, então, um e-mail com todos os posts personalizados, seus respectivos textos e hashtags. Pronto! Você poderá postar nas redes sociais que desejar. Veja este vídeo, que explica como passo a passo como fazer as postagens.

Lembre-se de postar com a maior frequência possível! Isto gera maior sua visibilidade, aumenta o número de potenciais seguidores e favorece o engajamento deles com seu conteúdo!

Posts de Vídeo

Os posts em vídeo podem ser usados nas suas redes sociais, tanto no Feed quanto nos Reels.

O posts contém legenda/texto. Ela ficará disponível para você após a compra.

Como funciona?

Após a compra, cada vídeo será personalizado pelo nosso time de design, com base nas informações que você nos fornecer.

Eles serão entregues a você 100% prontos, em arquivo de vídeo MP4 (sem áudio), que você poderá baixar e, então, publicar em suas redes sociais.

O que devo enviar para que o post seja personalizado?

Certifique-se de enviar as informações abaixo para contato@psicoposts.com.br para o Whatsapp (11) 94103-4986

1. SUA FOTO

Forneça uma foto de boa qualidade, com enquadramento aberto (sem cortar o rosto, topo da cabeça ou os ombros). Isso flexibiliza a aplicação dela no post.

Evite mostrar outras pessoas e procure fazer uma foto com aspecto simpático, mas profissional.

Evite fotos em momentos de lazer, com óculos escuros, no carro, excesso de maquiagem, etc.

2. SUA LOGOMARCA

Sua logomarca será aplicada na área reservada do post, exatamente na mesma posição que você viu na loja, ao selecioná-lo.

Caso você não tenha logomarca, aplicaremos seus dados de contato (nome, CRP, Whatsapp, etc), conforme as informações que você disponibilizar no momento da compra.

3. SUA COR

Seu post será tonalizado na cor principal da sua logomarca (ou na cor que você nos informar), seguindo exatamente o mesmo modelo do post exibido na loja.

IMPORTANTE: As personalizações com foto e tonalização de cor NÃO se aplicam aos posts de conteúdo (que são entregues exatamente com as mesmas cores exibidas na loja, sem alterações).

Seus seguidores e pacientes vão adorar seus eBooks! ❤️
Promoção não-retroativa e não-cumulativa, válida somente em 15/09/2023
//